URGENTE! TAXA SELIC SUBIU PARA 11,75% | GOVERNO VAI CONGELAR OS PREÇOS?

Participe da série DRACAR (a evolução do Método ARCA): https://bit.ly/dracar_primorico

URGENTE! TAXA SELIC SUBIU PARA 11,75% | GOVERNO VAI CONGELAR OS PREÇOS?

Semanalmente, o Banco Central divulga o Boletim Focus. Ele é um relatório que resume as projeções do mercado para a economia.

Só pra você ter uma ideia, ele é formulado a partir de pesquisas macroeconômicas realizadas por bancos, consultorias, corretoras, universidades.

Então, vamos dar uma olhada nas projeções da Selic para 2022 feitas nos relatórios anteriores:
– No dia 30/08/2019. O mercado projetava uma Selic de 7,00% pra 2022
– Um ano depois, em agosto de 2020. O mercado projetava uma Selic de 4,50%
– Mais um ano depois, em agosto de 2021. A expectativa voltou a subir pra 7,50%
– Só DOIS MESES depois (em outubro de 2021), a expectativa do banco central deu um salto gigante. Subiu pra 10,25%
– E anteontem saiu a mais uma projeção pra Selic de 2022: 12,75% (e algumas outras projeções esperando uma Selic próxima de 14%)

Timeline:
Pra explicar como tudo aconteceu, a gente precisa voltar alguns anos.
O ano era 2020…

Veio a última crise, muitas pessoas tiveram que ficar trancadas em casa e, infelizmente, algumas delas desempregadas. De forma geral, o brasileiro teve sua renda reduzida. Os governos criaram programas sociais com o objetivo de fornecer amparo pra população que perdeu o seu sustento, mas esse tipo de incentivo acaba aumentando os gastos do governo.

O que o governo precisou fazer? A solução foi imprimir mais moeda. E isso não aconteceu apenas no Brasil, mas no mundo todo. Os EUA tiveram mais de 20% dos dólares em circulação emitidos depois da última crise.

O que acontece quando tem mais moeda em circulação e a produtividade do país se mantem a mesma? Exatamente, inflação!

O que o governo precisou fazer pra conter a inflação? Aumentar a taxa de juros.

A taxa de juros alta cria incentivos pras pessoas investirem menos em negócios e mais nos títulos do governo. Afinal de contas, pra que alguém criaria uma empresa, contrataria pessoas, se envolveria com burocracia e tudo mais, só pra ter um retorno de 10% ao ano (sendo que a Selic está pagando mais do que isso?)

A partir daí, a expectativa era que o ciclo de alta de juros chegasse ao fim. Até começar uma outra crise, dessa vez entre a Rússia e Ucrânia.

De umas semanas pra cá as tensões entre Rússia e Ucrânia só aumentaram
E eu vejo muita gente dizendo: “Ah, mas isso tudo tá acontecendo do outro lado do mundo, nem vai atingir a gente”

Mas a verdade é que vai.

Muita gente não sabe, mas existem diversos produtos que a Rússia e a Ucrânia exportam e importam do Brasil.

Quando ocorrem guerras desse tipo, a capacidade de produção de um país de produzir um produto é impactada.

Os 3 principais produtos impactados:

1) Hoje, a Rússia é o país do mundo que mais exporta trigo. Então, pode ter certeza que muitos alimentos vão ficar mais caros.

2) Outro ponto que essa guerra impacta o brasileiro são nos fertilizantes. Sim turma, nos fertilizantes.

O Brasil é conhecido por muita gente como o “celeiro do mundo”, e claro que eles têm um pouco de razão, nosso agronegócio é um dos mais fortes do planeta.

Só que tem um probleminha nisso tudo, o Brasil importa 85% dos fertilizantes que usa, sendo que, em 2021, 23% desses fertilizantes vieram da Rússia.

3) A Rússia é o segundo país do mundo que mais produz petróleo, estando apenas atrás dos Estados Unidos. E sabe o que isso tem a ver com o aumento do preço da gasolina? Tudo!

Então nesse caso, a produção do petróleo da Rússia cai. E como diz a mais famosa lei da economia, quando a oferta diminui mas a demanda continua estável ou aumenta, os preços sobem.

Não é à toa que desde o começo do ano o Brent de Petróleo subiu quase 30%.

E sabe como que tudo isso pode impactar o Brasil? É isso mesmo primos, na inflação.

Se não bastasse essa inflação alta que a gente já teve nos últimos meses, agora pode ser que ela aumenta ainda mais.

E aí, com a inflação alta e gasolina subindo pra caramba, é comum ver pessoas pedindo o congelamento de preços.

Congelamento de preços é a melhor alternativa?

Acredite se quiser, no passado aconteceu algo muito parecido e que pode ajudar a gente a responder essa questão.

Conto a história da queda do Império Romano no vídeo de hoje.

Mas, o Paulo Guedes disse que não vai ter congelamento de preço. Mas será que vai ter pressão dos caminhoneiros pra controle do preço do combustível? Novas greves? Me contem a opinião de vocês nos comentários.

#THIAGONIGRO #PRIMORICO #TAXASELIC

You May Also Like